frontpage hit counter

BLOG DE ENTRETENIMENTO, FICÇÃO, REFLEXÃO E O QUE MAIS ADIANTE PODERÁ SER VISTO E LIDO (QUEM TIVER PACIÊNCIA...)
Terça-feira, 6 de Maio de 2008
Metro do Porto - troço subaquático...

Metro1.jpg

Está já na fase de testes a nova linha do Metro do Porto, com início na Boavista e fim em Matosinhos.

Entre as futuras estações do Castelo do Queijo e da Circunvalação, foi acrescentado um apeadeiro, no farol do porto de Leixões, o que obrigou à construção deste revolucionário troço subaquático, único no mundo.

O próprio presidente da Câmara Municipal do Porto (na fotografia praticando pesca submarina) e grande apreciador de desportos radicais, confessou-se espantado e manifestou o desejo de ver o circuito automóvel das chocolateiras, que patrocina, a andar também debaixo de água.

O ministro das Obras Públicas que havia dito (depois de um lauto almoço bem regado...) que, garantidamente, "metro debaixo de água jamé!...", anunciou agora que talvez a nova travessia do Tejo, em Lisboa, possa também acabar por ir por água abaixo...


tags:

publicado por Rui Jam às 17:45
link do post | comentar

7 comentários:
De Z das Iscas a 8 de Maio de 2008 às 21:59
O nadador é o Rui Rio?


De daniela a 14 de Julho de 2011 às 01:25
blog adicionado aos favoritos LOOL muito bom mesmo


De Cristiana a 14 de Outubro de 2011 às 10:08
Isto é verdade? o: Era muito fiche se fosse.. Agradecia resposta (:

|

De Rui Jam a 14 de Outubro de 2011 às 20:30
Claro!.É só ir lá e ver os trabalhadores todos os dias a irem para o estaleiro subaquático sobre as respectivas pranchas de surf que são o meio de transporte deles.

|

De Anónimo a 7 de Janeiro de 2012 às 23:44
Esta notícia é mentira, devido ao facto de ser impossível esta linha já estar em fase de testes se ainda nem sequer se começou a ser construída.
Depois, o porto de leixões não é entre o Castelo do Queijo e a Circunvalação.
Um farol entre estes dois locais? Nessa zona nunca vi tal coisa.
Não existem apeadeiros no Metro do Porto
Como é que as pessoas saiam debaixo de água sem se afogarem e sem o metro ficar cheio de água.
Quem acreditou nestas palavras foi mesmo, (sem ofensa) idiota


De Anónimo a 7 de Janeiro de 2012 às 23:45
Mas como é que os trabalhadores trabalham com pranchas de surf.


De Anónimo a 16 de Dezembro de 2012 às 18:54
Isto é a pura das mentiras


Comentar post

pesquisar
 
Setembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Enviar um e-mail ao autor
Contador de Visitantes
free web counter
web counter
arquivos

Setembro 2014

Agosto 2014

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Novembro 2012

Maio 2012

Junho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Maio 2010

Abril 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Outubro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

posts recentes

Nova cidade siberiana: An...

Gratidão canina...

Avenida Álvaro Cunhal...

A frase do Ano (para maio...

Lista de quase todas as F...

Já era altura de perceber...

"Zé Brasileiro" português...

A Secretária de Estado, o...

Regresso às Lides!...

Uma comparação... mal "ac...

A história repete-se...

123º Aniversário do nasci...

Sócrates docente na Unive...

Lá vai o relvado de Alval...

Não usem headphones na pr...

Kadhafi pode ser tetranet...

Louçã (ou Santana Lopes) ...

Castelo de Guimaraes incl...

Avião angolano deixa cair...

Cai neve em Portugal...

tags

todas as tags

links
blogs SAPO
RSS