frontpage hit counter

BLOG DE ENTRETENIMENTO, FICÇÃO, REFLEXÃO E O QUE MAIS ADIANTE PODERÁ SER VISTO E LIDO (QUEM TIVER PACIÊNCIA...)
Quarta-feira, 31 de Maio de 2006
Porto com mais nove habitantes...

patos02.JPG

Na maternidade do Parque da Cidade, no Porto, nasceram estas nove criaturas que têm feito as delícias da pequenada que os vai visitar.

Havia quem mostrasse alguma preocupação por os patinhos não exibirem o tradicional apetite para bocadinhos de bolacha e outros mimos.

 

A explicação era simples: as borboletas que enxamearam a cidade também foram (em má hora para elas...) ao Parque. Muitas delas acabaram nas barriguinhas dos patinhos... Parece que as acharam uma delícia! É a lei das compensações. As borboletas chatearam os humanos de toda a cidade do Porto e foram um autêntico arraial de S. João (antecipado) para a bicharada que as aprecia (gastronomicamente falando, claro)


tags:

publicado por Rui Jam às 22:26
link do post | comentar | ver comentários (2)

Finalmente...A GNR chega a Timor!...

Machimbombo_02.jpg

Não tendo conseguido transporte aéreo, ao preço que queria, o governo português mandou a GNR numa das suas tradicionais camionetas.

Após atribulada viagem o destacamento dos valentes GNR's atravessa a fronteira timorense na Ponte Internacional Mário Soares entre as ilhas de Komoro (Indonésia) e Timur timur (imagem)


tags: ,

publicado por Rui Jam às 21:44
link do post | comentar

Quarta-feira, 24 de Maio de 2006
Carrilhadas...

O Manelinho ainda não percebeu porque é que perdeu as eleições depois de ter partido com um grande avanço (42% nas sondagens...).

Perdeu-se ontem, no "Prós e Contras" da RTP 1, uma boa ocasião de alguém lhe dizer, em público e claramente, que a questão do não-cumprimrnto ao Carmona nem foi tão relevante como ele pensa ou como pretende fazer-nos pensar...

Então Carrilho está num estúdio de TV diante de vários jornalistas e "acha" que o que faz ou deixa de fazer é privado?

Ou a presença de uma, ou mais, câmaras de televisão altera tudo?

No entanto, quinze dias depois, já cumprimentou o outro com um sorriso - falso - de orelha a orelha.

Alguém lhe devia já ter dito que o povo português em geral e, neste caso, a população de Lisboa em particular chama a isso falta de carácter, e foi por isso, entre outras coisas, que o repudiou tão claramente



publicado por Rui Jam às 00:11
link do post | comentar

Sábado, 20 de Maio de 2006
Os Forcados!...

É vulgar ouvir-se argumentar que, nas touradas, os forcados saltam à praça e pegam touros para serem admirados pelas mulheres que, diz-se, gostam muito de vê-los actuar. Puro engano. Ainda está para nascer a mulher que verdadeira e intimamente aprecie uma pega de caras. Então, porque será que se insiste neste argumento?

O que a maioria dos forcados mais alvoroçadamente espera após uma actuação não é um sorriso amoroso de uma mulher apaixonada! … É a apreciação positiva dos seus colegas do grupo e o abraço violento, apertado e másculo do seu chefe (o "cabo"), normalmente acompanhado por frases do tipo …"mostraste que os tens no sítio!, …és um verdadeiro macho!", etc.

O próprio forcado sente-se muito feliz e realizado por ter provado a sua masculinidade.

O problema consiste em saber a quem é que ele provou que é macho? A resposta, como é evidente, só pode ser uma: provou a si próprio e aos colegas. Ora, se ele sente (e sentem quase todos…) necessidade de provar a si próprio (e aos colegas…) a sua masculinidade, é porque tem dúvidas acerca disso.

O velho Freud não deixou hipóteses de se poder pensar outra coisa. Temos então assim que concluir que, a maioria dos forcados exibe-se para os seus próprios pares, esperando ver por estes reconhecida a sua virilidade de que, no seu subconsciente suspeita fortemente, embora não o saiba nem o reconheça, claro.

Esta tese confirma-se, de resto, quando se analisa o comportamento da maioria deles em relação ao sexo feminino. Mesmo os que se casam e têm filhos mantêm, em relação às mulheres, uma atitude de "macho" que se traduz em conquista, concretização rápida (leia-se sexo à coelho) e abandono. Só falta poderem pintar na porta do carro uma cruzinha por cada mulher deitada abaixo, como faziam os pilotos dos aviões aliados na 2ª guerra mundial, quando abatiam um inimigo. Tudo isto e mais uma vez conforme o velho Freud, para se vingarem das próprias mães que os devem ter sujeitado, em pequenos, a regimes educativos castrantes, provocadores de influências violentas na sexualidade, tais como o conhecido "síndrome do penico" responsável até, como no caso de um dos seus mais célebres padecentes Adolfo Hitler por guerras mundiais.

Para um jovem que pretende acima de tudo, afirmar a sua masculinidade, tem de reconhecer-se que deve ser muito violento estar a fazer sexo com uma fulana e sentir a mente atravessada por imagens de miúdos da Casa Pia em pêlo… Deve ser do caraças!... Daí o estilo, em relação às mulheres, de usar e deitar fora de preferência magoadas e chorosas, como subconscientemente gostariam que a mamã ficasse quando os punha durante horas, aos dois e três anos de idade, no peniquinho e depois lhes culpava o rabinho de não funcionar convenientemente para, (e daí a raiz do mal deles) a seguir lhes escarafunchar o buraquinho com um cotonete! Há gente para tudo. Não se pode ignorar que, nos States, os mariconços mais assumidos e violentos são aqueles gajos das motos Harley Davidson, que se juntam em bares e salões de bilhar a brincar com os tacos uns dos outros, vestidos de cabedal e com capacetes nazis (lá está! …) na cabeça. Na Alemanha nazi eram os gajos das SA, cheios de cicatrizes dos combates e das guerras que, nos intervalos destas, vestiam lingerie feminina, emborrachavam-se e entregavam-se a toda a espécie de mariquices imagináveis e inimagináveis! …

Por cá, a maioria do pessoal dos grupos de forcados ainda não assumiu a sua verdadeira sexualidade, não admitem que são homossexuais latentes que andam a pretender afirmar-se machos, o que deve ser frustrante e violento, coitados.

Se "soltassem a franga" que sentem dentro deles, era bem melhor para todos. Para eles, que finalmente se realizavam e para os desgraçados dos touros que ficariam em paz e sossego.

Na fase de transição (há sempre uma fase de transição…) poderiam fazer umas pegas estilo gay, no género: "Festival Taurino com grupo de forcados à Ney Matogrosso! Um espectáculo de luz e cor".J á imaginaram? O touro a investir, com fogo de artifício nos cornos e música índia e uma data de Neys Matogrossos com barretes de campino, na arena, semi-nus e com plumas e penas de avestruz no rabo a gritarem e a fugirem à frente dele!

Resta referir a chamada pose familiar do forcado e do ex-forcado. No respeitante à educação dos filhos, defendem uma igual à que tiveram, o que é uma porra! Não conseguem aperceber-se do que se passa no seu subconsciente e por isso não conseguem lutar para alterar este estado de coisas.

Deviam ser obrigados a fazer psicanálise!...



publicado por Rui Jam às 00:39
link do post | comentar | ver comentários (2)

Quinta-feira, 18 de Maio de 2006
A "Selecção do Scolari"!...

"Esta é a equipa de Scolari. Os jogadores dele, o grupo que ele construiu. Equipa Scolari o tanas… É a equipa Mourinho a que o seleccionador se agarrou a partir da barracada que a verdadeira equipa Scolari deu."

(José Manuel Ribeiro in:  "O Jogo").

 

Grande verdade! A equipa do Sargentão só deu barraca nos jogos de preparação para o Europeu e ele sempre a dizer que quando fosse a sério é que ia ser. Lembram-se? Só velhotes, O Rui Costa, o Couto, O Rui Jorge, etc… .Tal como agora…. Depois da barracada com a Grécia (já a sério), no primeiro jogo do Europeu é que ele se agarrou aos seis jogadores do F.C.Porto (mais de meia equipa) para conseguir chegar à final.

Agarrou-se à Equipa Mourinho!... E foi o que lhe valeu.

Só que agora não há equipa Mourinho"... Vai ser uma chatice1...



publicado por Rui Jam às 18:44
link do post | comentar

Terça-feira, 16 de Maio de 2006
Israel...Palestina...etc...

…"É uma hipocrisia da parte das nações mais antigas que desenharam os seus próprios mapas no globo com o sangue dos seus antepassados quererem impor padrões de contenção aos países mais novos por questões de moralidade ou utilidade. Para começar, se os tivessem aplicado a si mesmas no passado, então esses mesmos padrões teriam impedido a sua emergência e a sua sobrevivência.…"

(George Jonas in:  Munique, "a Vingança"...)

Exemplos de nações antigas: França, Portugal, Reino Unido, etc...

Exemplos de países mais novos: Israel, Palestina, etc...

"Capisce"?...



publicado por Rui Jam às 21:44
link do post | comentar | ver comentários (1)

Quarta-feira, 3 de Maio de 2006
PSP "aterra" na Cova da Moura

Rusga_Cova_Moura_01.jpg Avião da Força Aérea Portuguesa, transportando elementos da PSP munidos de mandados de busca e apreensão e de marretas para rebentar portas, aterra em pleno bairro da Cova da Moura, próximo de Lisboa.

Os agentes têm de iniciar as buscas muito rápidamente para evitar que os moradores do bairro deitem as metralhadoras, as caçadeiras e as bazookas pelas sanitas abaixo. As autoridades alegam que as sanitas das barracas da Cova da Moura são muito grandes e chegam a ser utilizadas como lagares de azeite, na época das colheitas, claro.

Os habitantes dizem que é tudo "mintira" e que as únicas armas vulgarizadas no bairro são raquetes de ping-pong adaptadas para matar insectos (a maior parte dos moradores veio da Azinhaga dos Besouros...).

Cultura Geral - A adaptação das raquetes a "despachadeiras" (de besouros) faz-se da seguinte forma: Arranja-se uma velhota, não vá haver azar (!...), e põe-se a velha a empunhar a raquete ao alto. A seguir, utilizando chumbo fino, de perdiz ou tordo, dá-se-lhe um tiro de caçadeira, et voilá! A raquete fica perfuradinha e suficientemente resistente para apagar besouros, por maiores que eles sejam.



publicado por Rui Jam às 23:00
link do post | comentar | ver comentários (1)

Sol e Touros! ...

Touros_02.jpg

Domingo (à las cinco de la tarde!.): Grande Corrida. Plaza de toros La Maestranza;  (Foto " in momentum" )

Segunda-feira (logo pela manhã): Stress pós-tauromáquico! ...



publicado por Rui Jam às 15:26
link do post | comentar

pesquisar
 
Setembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Enviar um e-mail ao autor
Contador de Visitantes
free web counter
web counter
arquivos

Setembro 2014

Agosto 2014

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Novembro 2012

Maio 2012

Junho 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Maio 2010

Abril 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Outubro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

posts recentes

Nova cidade siberiana: An...

Gratidão canina...

Avenida Álvaro Cunhal...

A frase do Ano (para maio...

Lista de quase todas as F...

Já era altura de perceber...

"Zé Brasileiro" português...

A Secretária de Estado, o...

Regresso às Lides!...

Uma comparação... mal "ac...

A história repete-se...

123º Aniversário do nasci...

Sócrates docente na Unive...

Lá vai o relvado de Alval...

Não usem headphones na pr...

Kadhafi pode ser tetranet...

Louçã (ou Santana Lopes) ...

Castelo de Guimaraes incl...

Avião angolano deixa cair...

Cai neve em Portugal...

tags

todas as tags

links
blogs SAPO
RSS